terça-feira, 1 de setembro de 2015

Da marolinha a crisezinha...

“Para a comandanta do navio Brasil, a recessão é só um probleminha! Para Lula foi uma marolinha. Para Temer é só uma "crisezinha".
Para o capitão do Titanic também foi só uma batidinha!
*Via Albert Henry Hornett, no Estadão,

domingo, 30 de agosto de 2015

Os comunistas estão incomodados com o fracasso do engodo de nove dedos.

Eis a confissão do crime cometido contra o Boneco Pixuleco:
Veja a seguir a confissão retirada da página de Facebook da UJS Brasil, aparelho usado pelo PCdoB para apoiar regimes ditatoriais como os da Coréia do Norte e também para ser utilizado como quadrilha de jagunços contra os adversários do PT.
A UJS vangloriando-se de ter cometido crime, rasgado o boneco Pixuleco anteontem pela manhã em São Paulo. 
Leiam:

A militância da UJS protagonizou um ato antifascista em São Paulo. Posicionado no viaduto do chá, boneco que faz calúnia do ex-presidente Lula foi rasgado. Não aceitaremos que essa onda de ódio que leva pessoas explodirem bomba na sede do Instituto que leva seu nome e atacarem sedes de partidos políticos parmaneça se reproduzindo. Exigimos a identificação dos responsáveis pelo boneco e a punição deles! A calúnia, a violência e a difamação não fazem parte do Estado Democrático de Direito!
O uso do termo “calúnia” é  bizarro. Se tivessem um pouco de lógica, poderiam processar quem fez o boneco. Mas sabendo que estão mentindo, esses boquirrotos tiram da cartola o termo “calúnia”, sem a menor aplicabilidade para o caso.
Em seguida, alegam defender “estado democrático de direito”, mesmo repelindo uma manifestação pacífica com violência fascista. 
O detalhe é que esta confissão deveria por si só levá-los à cadeia, posto que hoje esses fascistas cometeram um crime de dano ao patrimônio alheio. Quem danifica um boneco que custou R$ 12.000,00 é da mesma laia que um ladrão que rouba pessoas na saída de banco.
* Via Políbio Braga

sábado, 29 de agosto de 2015

Os radicais da esquerda...o perigo constante.

Lembram do Tsipras no "alto do seu desespero por dinheiro" depois de ter quebrado a Grécia querendo cobrar uma "suposta" dívida da Alemanha devido a 2º Guerra Mundial? É pra fazer rir né? A esquerda só pode ser doente, e ainda possuíram a cara de pau de dizer: "Segundo nossos cálculos, vocês nos devem 278 bilhões de Euros, isso é de questão moral"

Pescadores contra os pecadores.

Simão era pescador. Não temia o mar revolto, nem o vento, nem tempestade.
Escolhido por Jesus seu sucessor, passou a pescar almas.
Por sua firmeza de caráter o Salvador chamou-o Pedro.
Passados milênios, na terra descoberta por outro Pedro que navegava sob a insígnia de Cristo, tivemos dois soberanos também Pedros.
O primeiro, Majestade Fidelíssima e Defensor Perpétuo; o segundo, bem lembrado como O Neto de Marco Aurélio.
Nestes dias pescam-se escândalos. Escabrosos monstros marinhos.
Tentarão romper as redes. Em vão. Hoje são tecidas com fios da solidariedade, da indignação e do destemor.
Tubarões, polvos e lulas estrebucharão, incrédulos do horror que lhes acomete.
O Brasil é toda a grandeza que um ser humano pode imaginar.
Sua melhor riqueza é seu povo. Honesto, trabalhador e ordeiro, se junta aos milhões nas ruas para mostrar seu repúdio aos sem escrúpulos.
Nenhum incidente, nenhuma violência, nenhum medo.
Sabem que tem um exército. Têm certeza de que são o exército dos homens de bem: o Exército de Caxias.

* Por Carlos Maurício Mantiqueira, um livre pensador.

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Socialista quer fuzilar a classe média brasileira.

Na foto acima Sammer Siman, o comunista que quer fuzilar a classe média brasileira
"Se a gente entende que o nosso inimigo principal é a classe média, nós vamos ter de decidir o que vamos fazer com ela: se vamos exportar para Miami ou se vamos fuzilar.”
A declaração, que chocou os participantes de uma palestra na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), na última quarta-feira (26), partiu do secretário do movimento popular socialista Brigadas Populares, Sammer Siman.
Na foto Fidel e Raul Castro preparando prisioneiro para ser fuzilado.

Comunismo jamais!


sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Pesadelo da corrupção.



"Brasil assombrado por mais um pesadelo da corrupção".
É a manchete do Financial Times, que associa Dilma Rousseff a Fernando Collor:
Impeachment Já
*O Antagonista

Lula é candidato...



Lula, entrevistado pela rádio Itatiaia, acaba de anunciar sua candidatura à presidência da República.
Ele disse:
"Não posso dizer que sou nem que não sou candidato. Sinceramente, espero que outras pessoas sejam candidatas. Agora, uma coisa é certa: se a oposição acha que vai ganhar, que não vai ter disputa, e que o PT está acabado, ela pode ficar certa do seguinte: se for necessário, eu vou para a disputa e vou trabalhar para que a oposição não ganhe as eleições". Por enquanto, Lula está trabalhando para escapar da cadeia.              O número dele é 13-171
* O Antagonista

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

O Brasil próximo do abismo comunista.

Você não acredita que o país está sendo conduzido a implantação do comunismo? Então, veja o vídeo abaixo

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

O submundo da CPI do Petrolão.

A CPI da Petrobras há meses não oferecia uma sessão interessante... Um dos momentos mais sui generis ocorreu quando Alberto Youssef foi questionado sobre intimidações que estaria sofrendo. Primeiro, ficou em silêncio. Mas ao ser questionado pelo deputado Celso Pansera, aliado de Eduardo Cunha, o doleiro respondeu na lata:
- É vossa excelência, é vossa excelência! Vossa excelência sabe que minhas filhas nunca foram investigadas e que elas nunca participaram de um esquema. Vossa excelência insiste em me intimidar.
Pansera, por sua vez, também alegou que se sentia ameaçado "por um bandido condenado".
- Não tenho arma, não tenho porte, não tenho segurança, sou um cidadão. A CPI tem que tomar algum prerrogativa em defesa da minha vida.
Ninguém entendeu bem o diálogo, mas o deputado Carlos Marun sugeriu a convocação das filhas e da ex-mulher do doleiro.
- Seu Youssef, que conhece muito desse submundo, está se sentindo intimidado por muito pouca coisa.
O mundo da política virou mesmo um submundo.
*O Antagonista