domingo, 29 de janeiro de 2017

Melania Trump vence ação milionária contra blogueiro e jornal. Foi chamada de prostituta de luxo.

Conforme o The Blaze, a esquerda deu um tiro no pé. Ocorre que a primeira-dama dos EUA, Melania Trump, venceu uma ação judicial – de 150 milhões de dólares – contra um blogueiro que a chamou de “acompanhante de luxo” e o jornal britânico Daily Mail, que propagou a mentira.
Melania lançou a ação em Setembro alegando que o autor  Webster G. Tarpley, de Maryland, a chamou de prostituta. O Daily Mail repetiu as afirmações de Tarpley.
O advogado de Melania disse: “Os acusados fizeram várias alegações sobre a Sra. Traump que são 100% falsos e tremendamente danosos para sua reputação pessoal e profissional”.
A juíza Sharon Burrell concordou que o termo “acompanhante de luxo” é o mesmo que “prostituta de luxo”: “A corte acredita que a maior parte das pessoas que ouve o termo ‘acompanhante de luxo’ visualiza a descrição de uma prostituta. Não é possível que exista uma declaração mais difamatória do que chamar uma mulher de prostituta”.
A juíza não deixou claro se a inclusão do Daily Mail vai ser mantida, pois o jornal é estrangeiro, portanto não podendo ser forçado a pagar. Nesse caso, a coisa complica ainda mais para Tarpley.

sábado, 24 de dezembro de 2016

Esquerda é contra generalizar o Islã; e culpa cristãos de hoje por fatos de 1000 anos atrás.


De repente, o noticiário dispara alerta de atentado: tiros, bombas ou veículo usado para matar pessoas inocentes. E a mídia esquerdista parte para o ritual já clássico: primeiro acusa a “extrema direita”, depois pede cautela, insiste que não há provas de terrorismo islâmico e finalmente exige que sejam evitadas generalizações para não haver “islamofobia”.
Vamos por partes.
Em primeiro lugar, é claro que não se deve generalizar nada, nunca. Isso deveria ser um ponto pacífico, sem prejuízo de discutir-se a incidência maior/menor de atos terroristas nesta ou naquela religião.
O problema é que são justamente os esquerdistas que generalizam, mas sempre contra os cristãos e o cristianismo. Mais ainda: não admitem que atentados quase que diários perpetrados hoje possam ser usados para questionar uma fé, mas ao mesmo tempo usam eventos de 500 ou 1000 anos atrás (Inquisição; Cruzadas) para culpar os cristãos de HOJE.
Aí complica.
Não apenas generalizam como acham tranquilo imputar culpa por fatos (muito) pregressos (e também questionáveis), sem permitir que atos DE AGORA possam servir para questionamento geral. Mas é aquilo: se a esquerda tivesse coerência, não seria esquerdista.
Fica o registro de mais esse truque mequetrefe.

sábado, 10 de dezembro de 2016

Que segurança merecem esses Deputados?

 

A crise é tanta que a Alerj decidiu economizar justamente na comida dos policiais que fazem a segurança da Casa.
Em dia de manifestação tensa, está circulando um vídeo com a quentinha oferecida aos agentes: uma montanha de arroz e poucos pedaços de carne por cima.

No vídeo, os policiais ironizam e perguntam se é assim que os deputados se alimentam.

Segundo a Alerj, as quentinhas fornecidas aos policias que estão fazendo a segurança da Casa são compostas por arroz, feijão, uma proteína, acompanhamento e guaraná natural. São 600 refeições nos dias de votação e 200 nos dias em que não há plenário.

Ainda de acordo com a Assembleia, a empresa que está fornecendo o almoço dos agentes é a JG Tech Comercio e Prestação de Serviços Alimentícios LTDA, pelo valor de R$ 15,80 cada refeição. "A Alerj não recebeu nenhuma queixa oficial ou extra oficial do comando da PM ou da Força Nacional relativa à qualidade e quantidade da comida servida", diz a nota.

sábado, 3 de dezembro de 2016

A inacreditável coleção de joias da mulher de Sérgio Cabral.


Só na joalheria Antonio Bernardo foram compradas 460 joias, em dinheiro vivo e sem nota fiscal, por Cabral e Adriana Ancelmo. Ainda tem as joias da H. Stern. E falta o resultado da investigação em outras joalheiras famosas que também receberam isenções fiscais de Cabral e de Pezão. Não será surpresa se a coleção de joias da família Cabral ultrapassar as mil peças. Nem rainhas têm tantas joias. É uma afronta ao povo do Rio de Janeiro. É por causa dessa roubalheira que o Estado do Rio hoje está quebrado e os servidores agonizam. 
Isso me lembra um caso que ficou famoso, o de Imelda Marcos, mulher do ditador das Filipinas, Ferndinando Marcos, que foi deposto em 1986 e causou revolta da população do país ao se descobrir que a primeira-dama tinha uma coleção de 3 mil pares de sapatos. No caso da ex-primeira-dama do Rio, a coleção é de joias. 
Está mais do que claro que o casal Cabral lavava dinheiro da corrupção também através da compra de joias luxuosas, como o par de brincos de R$ 612 mil. 

sábado, 19 de novembro de 2016

Prenderam Garotinho, prenderam Cabral. Mas quando é que vão prender Lula e Renan?


​Depois que o Presidente da Republica, Michel Temer, veio a publico para dizer que Lula não poderia ser preso, o povo começou a perder a esperança. Mesmo assim, tanto a picanha, quanto a cerveja, continuam na geladeira aguardando uma operação da Policia Federal  que, logo ao amanhecer, busque  o Dom Lulone e, de algemas expostas,  conduza o  artista direto para  a Republica de Curitiba. Onde, de forma paciente, o dito cujo irá aguardar a chegada de Renan.

Moro, o povo está ficando impaciente. Essas operações estão demorando muito!

 Enquanto isso, no circo Brasil, Lula e Renan Calheiros continuam acreditando na impunidade e, com o chicote em uma mão e as rédeas na outra, vão ludibriando a Justiça  e mandando mais do que domador de leão velho.

A verdade, é que esse país precisa mudar. A omissão e a covardia, não são inerentes ao povo brasileiro que, unido nas ruas ou em qualquer outro local, brevemente, irá expurgar essa bandidagem do poder.

CREIA! QUANDO O POVO QUER, TODO UNIVERSO CONSPIRA A SEU FAVOR.

A esquerda domina a imprensa brasileira.

 Vejam a sutil diferença nos títulos das manchetes:

domingo, 13 de novembro de 2016

Porque o Brasil precisa e quer Bolsonaro?



Estudantes, “pau mandados” ou bandidos?


Para Protestar contra o governo não precisa invadir escolas, nem tirar a oportunidade de quem estudou o ano inteiro para se submeter as provas do ENEM.  Invadir e depredar o patrimônio publico é crime e pelo que se sabe, CRIMINOSO tem que ir preso e restitui o prejuízo  aos cofres da Nação.


Se no Brasil tivesse um presidente, com sangue no olho, do tipo de Donald Trump e/ou Jair Bolsonaro, se conseguir ser eleito, essas coisas não estariam acontecendo. 

Quem fazia a logística dessa bandidagem? Suprir os invasores de: alimentação processada; roupas etc. Porque não se evitou isso e/ou não se cortou o abastecimento de água e energia. 

O governo TEMER é medroso e a maioria de quem o cerca, só se preocupa em detonar a Lava Jato a fim de escapar da prisão.
Diante disso, vejam “o saldo PARCIAL da miséria aprontada por essa corja,. Ainda falta conferir muitas escolas e dessa ocupação o estrago é o seguinte: 28 escolas foram vandalizadas, com direito a equipamentos furtados. Entre outras coisas, “sumiram” com tablets, computadores, TVs, projetores, impressoras, etc. Além da destruição completa de algumas unidades, algo já mostrado em programas de TV, com imagens fartas e amplo registro da devastação, para o caso de alguém achar que se trate de notícia inventada”. ROUBAR É UM VERBO, INVADIR É OUTRO.

Traficantes que foram filmados comemorando e dançando FUNK começam a cair..


Ha pouco mais de uma semana alguns traficantes cariocas divulgaram imagens de uma comemoração. Nas imagens percebe-se alguns comentando sobre os próximas favelas a ser conquistadas.
Note o fuzil M4 com luneta com a inscrição PL. O individuo que o usa foi um dos primeiros do grupo a cair.


O suspeito foi ferido durante confronto com a polícia e socorrido ao Hospital do Joca que fica no bairro da PIAM em Belford Roxo. Com ele teriam sido apreendidos 128 sacolés de maconha, 206 pinos de cocaína e um fuzil.
A inteligência não para e a polícia, apesar de mal paga, está cumprindo seu papel.
http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2016/11/traficantes-que-foram-filmados-comemorando-e-dancando-funk-comecam-cair.html