sexta-feira, 6 de julho de 2012

Governo do PT pretende criar o "Kit Aborto"

       Quem faz as leis e decide o que é legal é o STF e agora o Ministério da Saúde. A voz soberana do povo está sendo sumariamente ignorada.
Na prática o que o governo federal, na gestão do PT, por meio do Ministério da Saúde, está fazendo é legalizar o aborto de forma indireta e até mesmo secreta.
       O Brasil foi tomado de surpresa, no início de junho,  com a notícia, amplamente divulgada pela mídia, que o Ministério da Saúde estuda a adoção de uma política de “redução de riscos” para o aborto ilegal.
       Essa política envolveria uma espécie de “Kit Aborto” que seria distribuído nos hospitais públicos para as mulheres que querem fazer o aborto ilegal. Entre os componentes do “Kit Aborto” estaria o misoprostol, princípio ativo do remédio estomacal Cytotec, de venda restrita e amplamente usado pelas redes clandestinas que praticam o aborto.
        De acordo com o Ministério da Saúde esse “Kit Aborto” faz parte da política de planejamento reprodutivo do governo. Para justificar essa política de planejamento reprodutivo o referido ministério afirma que no Brasil são praticados um milhão de abortos por ano.
       De acordo com as informações que foram publicadas na mídia, o projeto do Ministério da Saúde adota a seguinte estratégia: a mulher grávida vai a uma unidade de saúde pública (hospital, posto de saúde etc.) mais perto de sua casa e pega o “Kit Aborto” e vai para casa fazer o aborto ilegal de forma segura. Tudo isso financiado com o dinheiro público.
       Traduzido em miúdos: O governo vai oficializar a prática do aborto. Vai dar apoio com dinheiro público - nosso dinheiro - à prática do que ainda é considerado ilegal. Ignorando a vontade do povo e o Legislativo e violando o que está na Constituição, o governo estimula e aprova a prática do aborto. Estimula e aprova a matança de inocentes indefesos!!!...

Um comentário:

  1. Maldito seja esse governo comunista criminoso!!!

    ResponderExcluir